História de Lankhorst Mouldings

Em 1803, Nicolaas Jurjan Lankhorst iniciou a fábrica chamada "Lankhorst Touwfabrieken". A corda produzida não só foi para aplicações agrícolas, como também foi utilizada nos transportes.

 

Durante os anos sessenta, os primeiros fios sintéticos foram introduzidos no mercado. A resistência à tracção e a elasticidade destes novos materiais superou as propriedades das fibras naturais. Estes novos materiais são resistentes à humidade e têm capacidade de flutuação.

Em 1964, a Lankhorst também começou a produzir fios sintéticos e os resíduos desse processo de fabricação foram utilizados novamente para produzir novos produtos. O material foi limpo, picado e utilizado para produzir pólos sintéticos e pranchas.

 

A Lankhorst desenvolvia-se cada vez mais e começou também a processar outros materiais sintéticos, tais como tampas de garrafas e filme agrícola. Esta é uma curta história de como a reciclagem começou.